A força de Seu José

Domingo, final de feriado, dia de plantão na redação, pauta a ser feita, movimento da volta para casa dos turistas na br-101 na região de Itajaí, após produzir umas fotos básicas do tráfego de veículos, eu e o repórter seguimos pela rodovia sentido sul, para um viaduto perto da cidade de Balneário Camboriú. Mas antes de chegarmos, avistamos uma fumaça e percebemos que era um incêndio na mata na beira da estrada, paramos no km 125 da rodovia para fazer um registro.

A mata seca e o vento forte faz com que as chamas se alastrem muito rápido por toda a encosta, o repórter logo percebe uma residência próxima ao fogo e pergunta para um casal que mora no local. Se o incêndio havia começado a muito tempo. Dona Zélia e o Seu José são pegos de surpresa e logo se assustam com o tamanho das labaredas  atrás da casa de madeira de um de seus filhos.

A angustiante espera do bombeiros e do caminhão pipa da Autopista somado ao choro de dona Zélia, comove o quieto Senhor, sem dizer nenhuma palavra pega um balde e enche d’água, com passos mancos devido a um acidente em uma das pernas Seu José tenta ao máximo ser rápido o suficiente para conseguir afastar as chamas da casa do filho.  Refazendo o trajeto diversas vezes e praticamente sem ar dentro dos pulmões, Seu José percebe que o caminhão pipa chega para ajudar e consegue apagar o fogo na mata. Após um último balde d’água o senhor exausto e quase sem conseguir respirar, senta no chão e diz , ” Ai meu Deus, obrigado”.

Diante de toda essa situação, o repórter não deixou de ajudar o Seu José a carregar os baldes. Na hora eu também ajudei, mas e a dúvida era, clicar ou abaixar a câmera, consegui fazer os dois, mas a minha maior preocupação era com a saúde do Seu José, felizmente todo o incêndio foi somente um susto e o sorriso voltou a aparecer na Dona Zélia e no Seu José.

Todos direitos reservados. Copyright © 2012 Flávio Tin. All rights reserved.

Anúncios

Combate a incêndio em Balneário Camboriú.


No último domingo do mês de setembro, dia 30, um incêndio de proporções gigantescas atingiu o galpão da empresa Studio Trama na rua Ceará no bairro dos Estados em Balneário Camboriú. O fogo começou no fim de tarde aproximadamente as 17hs, os bombeiros de Balneário Camboriú, Itajaí, Camboriú, Itapema e região. Por volta das 22hs na noite de domingo os bombeiros ainda trabalhavam para conter as chamas do galpão.

Todos direitos reservados. Copyright © 2012 Flávio Tin. All rights reserved.

Polícia

Polícia encontra container roubado em uma oficina em Itajaí-SC

Foto publicada no dia 22 de maio de 2012 no jornal Diário do Litoral – Diarinho.

Retratos de 100 anos

Senhor Manoel Reis nascido em Canelinha/SC, retratado um dia após completar um século de vida. Para a reportagem sobre as pessoas com mais de 100 anos que vivem na região do Vale do Rio Tijucas.

Maria Balbina a 2ª mulher com mais idade no estado de Santa Catarina, com seus 109 anos, religiosa devota de Santa Paulina, conta sobre a vida, a família, os netos, os bisnetos e a tataraneta que acabou de lhe enviar o convite de formatura.

Manoel Reis – Canelinha/SC

Maria Balbina – Tijucas/SC

Todos direitos reservados. Copyright © 2011 Flávio Tin. All rights reserved.


Precisa-se de Água.

Depois de muita chuva e a enchente, o que mais falta é água potável. Certeza o bem mais precioso. Mas a atitude de solidariedade ajuda a repor a necessidade de água.

Todos direitos reservados. Copyright © 2011 Flávio Tin. All rights reserved.

Heróis de uma tragédia.

Heróis? Não, apenas pessoas comuns que deixaram de fazer seus afazeres para socorrem vitimas de mais uma grande enchente que abalou 80% da cidade de Itajaí nos últimos três dias.

Os voluntários colocaram os barcos nas ruas alagadas para fazer o transporte, levar mantimentos e água para pessoas que se encontravam em suas residências e ainda auxiliram na segurança das casas que ficaram vazias. Como Lisandro Kurts, 36 anos, portuário, que desde sexta-feira rema a embarcação no bairro do Carvalho na companhia de Evandro Rampaletti, o “Tóia”, 38 anos, portuário, onde ajudaram o Sr. Antonio Casagrande, 60 anos, representante comercial, desabrigado de sua morada e abrigado na casa de dois andares do vizinho da frente, o Sr. Antonio diz, “Olha só, minhas gavetas e os objetos das minhas pratileiras boiando do lado de fora da casa.”

As ruas cheias de água de Itajaí lembram as vias da cidade de Veneza, mas no lugar de gôndolas, o que se transitavam eram bateiras, barcos de alumínios, botes e jet skis, com seus pilotos experientes como o Marcio Dalmolim, 44 anos, comerciante, que na companhia de amigos e familiares prestaram assistências à diversos bairros como o Carvalho, Ressacada e Itamirim, eles lembram que viram diversas pessoas passando fome, sede e muitas coisas estragadas pelo caminho. Outro herói dessa jornada é o Sr. Artur D’avila, 52 anos, técnico agrícula, que emocionado disse “As pessoas estão com os seus semblantes tristes, é muito ruim ver todo esse estrago da cheia”, D’avila ajudou mais de 60 famílias em diversos bairros da cidade.

Apesar do cansaço, os atos heróicos dessas pessoas comuns marcam mais uma vez a história de Santa Catarina, como nos anos anteriores o estado está pronto para mais uma reconstrução.


Remador Lizandro Kurtz auxilia moradores do bairro do Carvalho.

Bairro do Carvalho

Bairro Itamirim
Marcio Dalmolim pilota embarcação pelas ruas de Itajaí
Mantimentos para os Atingidos pela cheia
Preparação de cestas básicas por voluntários no Parque da Marejada.
Porto de Itajaí sem operação de cargueiros devido a correnteza do Rio Itajaí-Açu.
Todos direitos reservados. Copyright © 2011 Flávio Tin. All rights reserved.

Aquecimento para a Etapa do Brasileiro de Motocross

No motódromo mais tradicional do Brasil, ocorre nos dia 16 e 17 de julho a 3ª etapa do Pro Trok Brasileiro de MX 2011, no sábado serão realizados os treinos livres e os treinos cronometrados e no domingo os pilotos disputam com incriveis saltos e alta velocidade as liderança do ranking nacional em Canelinha/SC.

Os últimos preparos foram efetuados no dia 15 de julho, acertos na motos, caravanas de motorhomes chegando, equipes e famílias se  acomodando e os últimos retoques na pista. Com uma expectativa de público com 15 mil pessoas apreciando os vôos dos pilotos esse final de semana em canelinha promete levantar poeira.

O atleta paulistano Thales Vilardi, aceitou fazer algumas fotos para reportagem do Notícias do Dia e ao andar em um trecho da pista decolou e percebeu como a pista está bem preparada para a 3ª etapa do Brasileiro.

Todos direitos reservados. Copyright © 2011 Flávio Tin. All rights reserved.